Filhote: 8 lições para cuidar do seu filhote - Guaipeka
Home / Comportamento dos Guaipekas / Filhote: 8 lições para cuidar do seu filhote

Filhote: 8 lições para cuidar do seu filhote

Imagem de filhotes de cachorros - Site do Guaipeka

Você decidiu adquirir/adotar um filhote?

Você quer um filhote como parte da sua vida? Parabéns !! Essa é uma decisão importante porém é necessário alguns cuidados.

Da mesma forma que a vacinação ou a prática diária de uma atividade, a educação é um dos deveres do homem para com seu cachorro.

A educação é a garantia de uma coabitação harmoniosa entre o animal, seu dono e seu círculo, mas também de sua integração na sociedade.

É indispensável começar a educação do filhote bem cedo, enquanto sua capacidade de aprendizagem é grande.

 

Acompanhe as dicas gerais sobre o cuidado com o seu filhote - Imagem do site Guaipeka

Recomendações Gerais

A capacidade de aprendizagem varia de acordo com os filhotes, mas todos têm em comum o tempo de sono, que é muito importante.

Além disso, é importante que você respeite o ritmo e o tempo do seu cachorro para que ele aprenda corretamente.

 

A imagem descreve um filhote de bulldog brincando com uma corda - Site do Guaipeka !

1)Brincar

Todo mundo sabe que qualquer filhote ama muito brincar, não é verdade ?

Porém, é preciso aproveitar essa chance para educar sem pressão, utilizando apenas curtos e objetivos exercícios que ele realizará com prazer!

Os filhotes estão muito suscetíveis aos comandos nessa fase da vida e nada melhor do que ensiná-los através de uma sadia brincadeira.

 

A imagem retrata as muitas fases do desenvolvimento de um filhote quando este é adotado - site do Guaipeka

2) Etapa por Etapa

 

A educação do seu guaipeka deve ser conduzida etapa por etapa e gradativamente.

Quando o filhote é muito novinho, tem comprovadamente um baixíssima capacidade de concentração.

Dessa forma, a chance de que o filhote fique cansado e por consequência, crie aversão pelos comandos, é preciso fazer 3 sessões de treinamento por cinco minutos.

Com o passar do tempo você poderá estender treinamento até chegar aos 30 minutos de treino diários, quando ele atingir a idade de 6 meses.

No entanto, para que o processo de socialização seja feito adequadamente, é recomendável multiplicar as descobertas do filhote.

Isso pode ser feito através de passeios de carro, contato com crianças, adultos, com outros animais (não somente cachorros), etc …

 

A imagem descreve o processo de adestramento canino - Site do Guaipeka

3)Prazer e Rigor

 

Aqui as pessoas mais encontram dificuldades, por se tratar de duas coisas que são determinantes para a educação do seu guaipeka.

As brincadeiras vão permitir que seu filhote seja educado com um clima de confiança e paciência.

O seu guaipeka possui um senso de igualdade incrível, sendo assim, ele desenvolverá melhor a vontade de ganhar sua afeição e de lhe dar prazer na convivência diária.

 

A imagem descreve a importância de recompensar o cachorro que está sendpor cada tarefa realizada. É um poodle preto sendo alimentado por seu treinador com um punhado de ração. - Site do Guaipeka

4) Recompensa

 

Uma recompensa quase sempre motiva ainda mais as pessoas a atingirem um determinado resultado, e o mesmo ocorre com o seu filhote!

Ela melhora o processo de aprendizagem tornando-o eficaz para o seu filhote, isto é, você deve felicitá-lo com carícias e uma entonação de voz afetuosa.

O uso de guloseimas para o incentivo da aprendizagem do filhote, deve ser usado em momentos específicos para que assim não ocorra o aumento de peso do filhote.

Em contra-partida, qualquer tipo de comportamento inadequado deve ser reprimido, porém, isso só terá eficácia total se pegar o filhote no flagra !

A repreensão para seu filhote, não devem passar de um tom de voz incisivo, alto e grave, para que ele associe aquele momento a um comportamento inadequado.

 

Trata-se de uma representação de comunicação do adestrador/dono com seu cachorro. - Site do Guaipeka.

5) Linguagem

 

A forma com a qual você se comunica com o seu cachorro deve ser adaptada ao seu animal.

As ordens dadas devem ser claras, curtas e simples e sempre repetidas para uma melhor fixação.

É sempre bom lembrar de que o seu filhote não entende o que você fala, ele compreende como você fala, ou seja, ele compreende mais a entonação do que o significado do que é dito.

Dessa forma, o seu tom de voz vai ser muito mais eficaz na educação do seu filhote, sendo assim, preste muita atenção no seu tom, para que ele compreenda o que você ordena a ele.

Lembre-se de que o  gestual trata-se de um meio eficaz para fazer com que seu filhote compreenda o que você quer e também, para que o comando de voz seja fortalecido pelo gesto.

Agora que já temos consciência das primeiras considerações com seu filhote, vamos passar para as instruções básicas para adestrar o seu filhote adequadamente e dessa forma, poder dar ao seu guaipeka uma qualidade de vida muito melhor !

A imagem apresenta um filhote de cachorro branco com as patas apoiadas na tela. Site do Guaipeka

A) Ensine o nome ao filhote!

 

Entenda desde já que, o ato de gritar com seu filhote é absolutamente inútil, pois o ouvido dele é extremamente apurado!

Dessa forma, o ato de pronunciar de maneira lenta e clara as suas ordens, chamará muito mais a atenção do seu filhote do que um grito.

Sem falar no fato de que essa atitude fará entender que determinado tom de voz, trata-se de uma ordem dada!

A primeira coisa que um filhote deve aprender, é seu nome; quanto mais curto for o nome, melhor será o processo de memorização.

Desde o primeiro dia de vida do filhote, chame-o por esse nome exclusivamente!

Preceda o ato de chamá-lo pelo nome por um momento agradável para estimulá-lo a executar suas ordens sem maiores problemas.

Quando o seu guaipeka vier, afague-o e recompense-o com uma carícia.

Se ele demorar em atender as suas ordens, não o repreenda!

Isso só fará com que ele demore ainda mais a atender da próxima vez que você o chamar!

 

A imagem descreve um cachorro sendo corrigido pelo seu dono através do não - Site do Guaipeka

B) Diga não para seu Filhote

 

É sempre muito importante que a coerência das suas ordens deve ser sempre observada com muita atenção e cuidado!

Seja coerente com o que é proibido, pois JAMAIS deve deixar de ser SEMPRE proibido e jamais negociado !

O ato de “negociar” com ele, gerará confusão e dúvidas para o seu filhote.

O “não” deverá ser SEMPRE associado a TODAS AS PROIBIÇÕES!

Deverá ser CATEGÓRICO e pronunciado de uma forma clara com um tom de voz firme e sem dúvida, no momento em que o filhote fizer algo errado.

No final dessa aprendizagem, não hesite em dar um tapinha no dorso do filhote para que fique registrado o que ele não deve fazer.

 

A imagem mostra um cachorro que picotou papel higiênico por todo o banheiro de uma casa e ele está sentado no meio dos papéis. - Site do Guaipeka !

C) Higiene do Local

 

Se o seu filhote fez as necessidades em um local inapropriado e anteriormente determinado por você, em sua ausência, não o repreenda !

A repreensão só será verdadeiramente eficaz se você pegar o seu filhote no flagra, no exato momento do ato !

Saia frequentemente com seu guaipeka, se possível a cada duas horas durante o dia (saídas menos frequentes diminuirão o seu aprendizado)!

Depois de cada refeição do seu guaipeka, saia com ele e, faça isso com ele também a cada despertar e após as brincadeiras!

Felicite o seu cachorro com uma voz amistosa e/ou com carícias, cada vez que ele realizar uma tarefa corretamente !

Se dentro de casa o seu cachorro rodar em círculos, não é hora de repreender o seu filhote!

Espere que ele comece a fazer as necessidades e o repreenda com um “NÃO” em tom firme e depois faça com que ele saia!

Quando ele fizer as necessidades dele no lugar adequado, acaricie-o e o felicite!

E por fim e não menos importante, nunca se esqueça de que a limpeza é importante não somente dentro de casa, como também em sua cidade!

 

 

 

 

Veja também

adestramento canina

Treinamento básico para cães

   Treinamento para meu Guaipeka ! “Como é que o seu cão se senta quando ...

Deixe uma resposta